Assédio moral e suas consequências

Assédio moral e suas consequências

Assédio Moral

Em meio a um mercado extremamente competitivo, gestores lidam diariamente com a busca por melhores resultados. Entretanto, é necessário ter em mente qual o limite para cobrar um colaborador ou funcionário por mais produtividade no trabalho. Caso extrapolem na exigência por alto rendimento, esses profissionais passam a correr o risco de praticarem assédio moral.

Os processos instaurados para a apuração de denúncias de assédio moral cresceram nos últimos anos no Brasil. Nos primeiros nove meses de 2016, a Controladoria-Geral da União (CGU) registrou um processo sobre esse tema a cada 55 horas.

Mas como identificar que situações configuram assédio moral e quais cobranças são aceitáveis no local de trabalho? Neste artigo, ajudaremos a responder a essas questões e saber como os gestores podem trabalhar na prevenção, que é o melhor caminho.

Leia mais


Solicite mais informações
*Fique tranquilo, você não está assumindo nenhum compromisso ao preencher o formulário.
Fale conosco por E-mail, Telefone ou WhatsApp
Segunda à Sexta 8:00 às 17:48
(11) 5591-3000
Atendimento via
(11) 99984-2611
Siga a CR BASSO nas redes sociais: